Efeitos das mudanças climáticas na distribuição geográfica de espécies na sub-bacia do Rio Negro

Resumen

Tal como os sistemas humanos, a biodiversidade pode ser afetada pelas mudanças climáticas e pela variabilidade climática, levando em conta as mudanças de temperatura e precipitação expressas no espaço, alterando as condições dentro do habitat e determinando, assim, a distribuição das espécies. Neste sentido, foi feito a avaliação do impacto da mudança climática sobre a distribuição de duas espécies na bacia do rio Negro, especificamente nas áreas de reserva do município de Novo Airão-Amazonas, aplicando cenários de mudanças climáticas desenvolvidos pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, por sua sigla em Inglês). O mapeamento foi realizado para espécies de importância econômica e ambiental de ecossistemas de floresta tropical no Amazonas: Gymnotus Carapo (Sarapó) e Cichla sp. (Tucunaré); comparando a sua distribuição potencial atual com o esperado nos cenários 2050 e 2070 para o RCP 8.5 (Caminho representativo de concentração). Este objetivo foi alcançado através da aplicação do MaxEnt, programa que modela a distribuição geográfica das espécies, utilizando apenas dados locais de presença e variáveis bioclimáticas associadas a cada um desses pontos de presença.

Autores/as

  • Wilmar Loaiza Ceron Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) & Universidade do Estado do Amazonas, Ciudad Manaus, Estado de Amazonas, Brasil

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Palabras clave

Biografía del autor/a


, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) & Universidade do Estado do Amazonas, Ciudad Manaus, Estado de Amazonas, Brasil

Geógrafo, M.Sc. en Desarrollo Sustentable. Doctorado em clima e ambiente (c), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) & Universidade do Estado do Amazonas, Ciudad Manaus, Estado de Amazonas, Brasil.

Publicado
2018-07-13
| 2 |
Sección
Artículos (Espacios y Territorios)